Assassins Creed Chronicles: China

Assassins Creed Chronicles: China é o primeiro game da trilogia em plataforma no estilo ação furtiva da consagrada Ubisoft, foi lançado no dia 21 de abril de 2015 para PS4 e Xbox One e PC.
A nova trilogia Chronicles contará com três jogos em períodos diferentes, segundo a produtora o planejamento é lançar um novo capítulo a cada dois meses, o que dá um novo ânimo para os jogadores.

A trilogia irá contar com assassinos já conhecidos por muitos fãs da série de suas HQs, sendo eles:

Assassins Creed Chronicles: China, Shao Jun;
Assassins Creed Chronicles: Índia, Arbaaz Mir;
Assassins Creed Chronicles: Rússia, Nicolai Orelov.

Os três games passam por períodos históricos como, o desmoronamento da Dinastia Ming, o império Sikh entrando em guerra com a Índia, e em momentos que presenciamos as consequências da revolução vermelha na Rússia.

ACC_Running_Landscape-nologo 

Inspiração:
O game foi inspirado em clássicos como Mark of the Ninja, Deadlight e Batman Arkham Origins Blackgate, com a intenção de trazer mais informações da saga em um formato diferente do que já estamos acostumados, a Ubisoft investe firme neste novo estilo de jogo, diferente do que já estamos acostumados na saga.

Enredo:
Em Assassin’s Creed Chronicles: China você controla Shao Jun, a última assassina chinesa treinada pelo mestre Ézio Auditore da Firenze.

As aparições dela foram primeiro em uma animação com o nome de “Assassins Creed Embers“, onde podemos acompanhar o final da vida de Ézio, a animação dura por volta de 20 minutos, é pouco, mas bem interessante.

E outra aparição em “Assassins Creed Liberation“, com a segunda protagonista mulher da saga, Aveline.
O game se passa no ano de 1526 na China, após o Desmoronamento da Dinastia Ming. Sendo a última assassina da irmandade chinesa e após ser treinada por Ezio, Shao Jun retorna a seu país para restabelecer a ordem contra os templários chamados de “Tigres” e assim firmar a irmandade no local.
A história não é tão profunda assim, mas com legendas em português podemos decifrar melhor alguns segredos referente a saga e ligar alguns pontos da irmandade de assassinos, sem contarmos a parte gráfica que está muito bem polida, nos levando a acreditar que todas as fases são quadros pintados à mão.
Jogabilidade:

O formato do jogo é em 2,5D onde temos personagens 3D mas na visão 2D, basicamente o mesmo formato dos games já lançados para as plataformas mobile.

Podemos andar para os dois lados, praticar golpes furtivos ou com a lâmina, saltar, escalar e se esconder.

Rankings:
O jogo oferece um sistema de rankings:
Ouro, prata e bronze para cada fase que você concluir, a intenção é que o jogador use todas as funções disponíveis no game para alcançar o ” Ouro”, o que dá uma ótima dinâmica para cada partida.
Chronicles praticamente obriga os seus jogadores a agir de forma furtiva, explorando delicadamente todo o cenário disponível, o nivel de dificuldade é razoavelmente bom, deixando o jogador fluir no decorrer das fases.

Assassin’s Creed Chronicles: China, é um game lançado realmente para os fãs da série.
Com o valor inicial de US$ 10 dólares e mais dois títulos de continuação da trilogia já garantidos, conseguimos notar que a Ubisoft tem mesmo conteúdo para vinte anos como eles disseram, agora vamos aguardar os outros dois títulos serem lançados para tirar nossas conclusões completas.

Assassins-Creed-Unity-Game-Bang

Confira as edições exclusivas do game em nossa loja:
ASSASSINS CREED BLACK FLAG – EDIÇÃO LIMITADA 
ASSASSINS CREED UNITY COLLECTORS EDITION PS4 

Tags , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.