PLATAFORMA GRATUITA LEAP CHEGA AO BRASIL PREPARANDO ESTUDANTES PARA O ENEM

Utilizado por estudantes de 150 países, mídia social LEAP ajuda não só para o Enem, como também para exames internacionais. Com ele é possível respond

Utilizado por estudantes de 150 países, mídia social LEAP ajuda não só para o Enem, como também para exames internacionais. Com ele é possível responder questões do exame e interagir com estudantes e professores de todo o mundo

Que brasileiro adora redes sociais isso todo mundo sabe. Uma pesquisa da agência eMarketer mostra que o país é o maior usuário da América Latina, com 93,2 milhões até o final de 2016. Entre os jovens, 90% possuem pelo menos um perfil em rede social, segundo a TicKids Online Brasil. Que tal aliar essa paixão aos estudos do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem)? A novidade que chega agora ao Brasil é o LEAP, uma mídia social voltada para o público que busca se preparar para exames nacionais, como o Enem, e internacionais, com cursos preparatórios gratuitos e questões para avaliação do desempenho. O LEAP – parceria da QS – Quacquarelli Symonds, empresa líder mundial no segmento educacional, com o Sistema Educacional Brasileiro (SEB) – possui dois grandes diferenciais: o usuário pode seguir e interagir com grupos de escolas, professores e outras pessoas que se preparam para o mesmo teste em qualquer lugar do mundo e é totalmente gratuito. Acesse: http://pt.qsleap.com/enem/.

O LEAP já é bastante conhecido no mundo inteiro e reúne estudantes de mais de 150 países. Como os brasileiros gastam 650 horas por mês nas redes sociais, a plataforma mostra-se ideal para quem está se preparando para exames nacionais e internacionais. “O LEAP é igual a todas as mídias sociais que as pessoas já conhecem, como facebook, Twitter, LinkedIn, entre outros, o que facilita a sua utilização. Além de preparar para o Enem aqui no Brasil, também é ideal para quem irá fazer graduação internacional (SAT), pós-graduação internacional (GRE), MBA internacional (GMAT), entre outros exames, como certificados de língua inglesa, cobrindo todas as necessidades da comunidade estudantil. A plataforma tem potencial para ser usado por centenas de milhares de pessoas”, detalha Luiz Lázaro Magalhães, diretor de Educação do Grupo SEB (Sistema Educacional Brasileiro).

 

Interação

Falar de educação atualmente é falar também de tecnologia, conteúdos digitais, aprendizagem online e, principalmente, interação. É nisso que também está focado o LEAP: por ele é possível entrar em contato com professores e estudantes do mundo inteiro para tirar dúvida, ter acesso a vídeo-aulas, trocar experiências e conhecimentos. “Nenhuma das plataformas presentes no mercado possui uma comunidade internacional na forma de social media como o LEAP. Interagir com professores e estudantes de outros países, além de possibilitar a estudantes de regiões remotas ter acesso a este tipo de preparação é um ganho. Temos um exemplo bem curioso: um estudante de um vilarejo russo estava se preparando para o GMAT através do LEAP e nos escreveu um comovente e-mail de agradecimento, pois ele nunca teria acesso a tantos profissionais e estudantes sem a plataforma. Esse é um diferencial: pode ser acessado de qualquer lugar do mundo, sem restrição”, explica Luiz Lázaro Magalhães.

 

Como usar

O LEAP, que é acessado online por meio de qualquer navegador, é extremamente simples: o usuário só precisa criar uma conta e começar a se preparar para os exames. No caso do Enem, as questões foram fornecidas pelo Grupo Educacional SEB que promoveu a adição do ENEM na lista de exames oferecidos pela plataforma. “Há uma reciclagem constante de questões por meio da teoria de resposta ao item com conteúdo na forma de texto e vídeo de nossos parceiros de todo o mundo”, explica o diretor.

Com a plataforma, o estudante pode traçar suas metas de pontuação e, dependendo do seu resultado, o LEAP traça o seu plano de estudo. Ele dá um relatório completo do desempenho do aluno após cada série de perguntas. “A ferramenta analisa os resultados e, depois de um simulado, compreende os pontos fortes e fracos e cria um plano de estudos sob medida para o aluno. Há ainda uma agenda de estudos diário, o que motiva o ganho de medalhas”. Caso o estudante tenha alguma dificuldade em uma disciplina, todo o conteúdo (seja texto ou vídeo) relacionado a ela será sugerido a ele. “Como o LEAP memoriza toda a atividade, ele recomenda não só conteúdo, mas também professores que o poderão ajudar. Lembrando que o profissional consegue acompanhar também o aluno”, finaliza Luiz Lázaro Magalhães.

PLATAFORMA LEAP CORRIGE REDAÇÃO DOS ESTUDANTES QUE FARÃO O ENEM

 LEAP utiliza os mesmos critérios de correção utilizados pelo Inep. Veja ainda cinco dicas de especialista para tirar nota 1000 na redação

A redação ainda é um dos grandes fantasmas dos estudantes que estão se preparando para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela correção das provas, em 2015, cujo tema foi A Persistência da Violência contra a Mulher na Sociedade Brasileira, dos 5.631.606 textos corrigidos, 104 obtiveram nota mil e 53.032 foram anulados e receberam nota zero. Uma boa redação pode fazer diferença na pontuação final do exame. Para ajudar os estudantes a obterem uma nota satisfatória, a plataforma LEAP, que chegou ao Brasil há pouco meses, está corrigindo redações dos usuários com base nos cinco critérios de avaliação do exame. Acesse http://pt.qsleap.com/enem/ e conheça.

O LEAP é uma mídia social gratuita com cursos preparatórios gratuitos e questões para avaliação do desempenho feito em parceria da QS – Quacquarelli Symonds, empresa líder mundial no segmento educacional, com o Sistema Educacional Brasil (SEB). Com 12 mil usuários ativos em todo o Brasil, a plataforma, além de apresentar testes das disciplinas exigidas no exame, agora também corrige as redações dos estudantes. “A maioria dos estudantes ainda se assusta com a redação. É preciso ter muita concentração, concatenar as ideias e escrever corretamente para que sua nota seja satisfatória. O treino ainda é o melhor exercício e agora o LEAP corrige a redação usando os mesmos critérios exigidos pelo Inep”, esclarece Luiz Lázaro Magalhães, diretor de Educação do Grupo SEB (Sistema Educacional Brasileiro).

Para uma boa redação, o especialista aponta cinco dicas:

  • Preste bastante atenção no tema sugerido e leia cuidadosamente os textos de apoio. “Isso é fundamental para que você entenda bem o que o exame está pedindo e que você não fuja do tema. Concentre-se e mãos à obra”;

  • Faça um esquema com as ideias principais e, a partir disso, vá construindo os parágrafos em um rascunho. “Concatenar as ideias é fundamental para uma boa redação. Construa seu texto aos poucos, ligando as ideias, prestando sempre atenção na coerência. Preocupe-se, neste primeiro momento, com o conteúdo”.

  • Argumente. “A redação do Enem é também para saber se o estudante sabe argumentar, não apenas dissertar. Exponha suas ideias, proponha soluções, fale e discuta o assunto, seja firme e convincente”.

  • Revise seu texto e fique atento aos pequenos erros gramaticais. “Depois que organizou suas ideias, apresentou seus argumentos, faça uma revisão para ver se não há erros gramaticais. Fique atento à pontuação, isso pode prejudicá-lo. Evite usar palavras difíceis, que você não tenha segurança quanto ao significado. Seja o mais claro possível”.

  • Administre seu tempo e tenha calma. “Aproveite todo o tempo disponível para fazer sua redação com calma e atenção. O melhor é começar a prova pela redação, mesmo que apenas o rascunho, assim você só revisará no final e passará a limpo”.

 

Acesse http://pt.qsleap.com/enem/ e conheça.

Visite nossa loja

Visite nossa loja

Sigam-nos os bons