Videogames: A Longevidade da Geração Anterior

Semana passada eu falei sobre as novas gerações de Videogames (PS4 e Xbox One) que começaram com um passo atrás na competição contra os PCs, graficame

Semana passada eu falei sobre as novas gerações de Videogames (PS4 e Xbox One) que começaram com um passo atrás na competição contra os PCs, graficamente falando. Hoje eu vou apresentar o outro lado, onde os balsaquianos, Playstation 3 e Xbox360, ainda tem lenha para queimar.

Videogames A Longevidade da Geracao Anterior

Apesar do lançamento dos novos consoles da Sony e Microsoft ter acontecido há quase 6 meses, poucos grandes títulos de expressão ainda foram lançados. Muitos jogos são apenas versões “maquiadas” de jogos que foram lançados também para PS3 e 360 (Injustice, Call of Duty: Ghosts, Battlefield 4, Tomb Raider e por ai vai), além de lançamentos simultâneos para as 4 plataformas (Watch Dogs, Metal Gear Solid: Ground Zeroes). Mais ainda, alguns jogos, como por exemplo, World Cup Brazil, Dark Souls 2, Lightning Retunrs: Final Fantasy XIII, que são populares ao público, vão ter lançamentos somente para os videogames anteriores. Isso é algo completamente normal, uma vez que desenvolvedoras já estavam em processo de criação da maioria dos jogos.

Essa transição de videogames está fadada a alguns acontecimentos inéditos e essa maior longevidade dos videogames “antigos” é uma delas. Alguns fatores serão pontuados aqui que ajudam a levar a essa conclusão.

1º – A Popularização dos Videogames Nunca foi tão Grande.

Você gamer, com um pouco mais de 20 anos, vamos lembrar do nosso passado. Quantas pessoas (além de si próprio) você conhecia que tinha um Playstation, Sega Saturn ou Nintendo 64? Bem menos do que seus mesmos amigos de hoje com Xbox 360 e Playstation 4 não é? Pois bem, isso aconteceu no mundo todo. Os números de consoles vendidos estão cada vez maiores e isso acaba tendo um impacto na vida útil de um videogame. Basicamente, quanto mais vende, mais tempo de vida um produto tem.

2º – A Tecnologia Está do Lado Deles

Lembra da diferença gráfica monstruosa que o PS2 teve do PS1? Para nós parecia que tínhamos conhecido um mundo novo (mesmo com o Dreamcast lançado na época). Obviamente que isso aconteceu agora com a nova geração também. Não que a evolução tenha sido baixa, definitivamente não foi. A questão é que os jogos de PS3 / X360 / WiiU ainda são muito bons, com áudio em 5.1 ou superior, recursos online, gráficos em 1080p, etc. Tudo isso é algo que dá pra ser utilizado e muito. Sabe quando você vê um jogo de Xbox / PS2 / Game Cube e fala “caramba, o jogo é mais bonito do que eu lembrava!”? Pois é. Por mais obsoleta que seja a tecnologia dos videogames anteriores, o conjunto da obra deles ainda é muito bom e é possível utilizar os seus recursos em novos jogos. O fato de diversos games ainda serem lançados exclusivamente para os “novos velhos” e jogos saindo para as 4 plataformas mostra isso.

Claro que é uma questão de tempo para que as desenvolvedoras e as próprias fabricantes dos consoles abandonem aos poucos os consoles mais velhos. A tendência é que os novos recursos e atualizações de sistema sejam disponibilizados apenas nos videogames mais novos. Outra tendência é que os videogames, PS3 e 360, deixem de ter suporte para recursos online (PS Plus, Live Gold, por exemplo), pra incentivar a compra da nova linha. Enquanto isso, você que não comprou seu Playstation 4 ou Xbox One ainda, acho que você pode ficar tranqüilo por mais algum tempo, pelo menos até o final de 2014, onde bons títulos ainda estão por vir.

Veja também: PLAYSTATION 4 E XBOX ONE: A GERAÇÃO QUE COMEÇOU PERDENDO

Visite nossa loja

Visite nossa loja

Sigam-nos os bons