Gameknight volta às batalhas em novo lançamento inspirado em Minecraft

   Em “O oráculo do templo da selva”, Mark Cheverton mais uma vez usa o universo do game para falar sobre amizade e coragem   O OR

 

 Em “O oráculo do templo da selva”, Mark Cheverton mais uma vez usa o universo do game para falar sobre amizade e coragem

 

O ORÁCULO DO TEMPLO DA SELVA

(O MISTÉRIO DE HEROBRINE VOL. 2)

(The jungle temple oracle)

 

MARK CHEVERTON

 

Páginas: 2729788501093271
Preço: R$ 29,90

Tradução: Ana Carolina Mesquita

Editora: Galera Junior | Grupo Editorial Record

 

 

 

Na primeira trilogia inspirada no universo de Minecraft escrita por Mark Cheverton, conhecemos o protagonista Gameknight999. Ele é um garoto normal que é sugado para dentro do jogo e precisa enfrentar monstros determinados a destruir o Minecraft – e o mundo real. Depois de vencer criaturas assustadoras como Érebro e Malacoda nos livros “Invasão do mundo da superfície”, “Batalha pelo Nether” e “Enfrentando o dragão”, Gameknight finalmente conseguiu voltar para casa. Mas ele tem um inimigo bem mais perigoso na nova trilogia: em “Problemas na vila zumbi”, ele teve que voltar ao jogo para salvar a irmã e lidar com o maléfico vírus Herobrine.

Agora, chega às livrarias pela Galera Junior “O oráculo do templo da selva”. Gameknight enfrentou Herobrine, quase morreu e percebeu que vai precisar de muita ajuda se quiser derrotar o vilão em definitivo. Agora, ele descobre que um antigo Oráculo, localizado num templo da selva do servidor de Minecraft, conhece os segredos necessários para lidar com o poderoso vírus. O protagonista vai viver muitas aventuras no percurso até lá, contando sempre com a ajuda dos amigos para encarar os zumbis, aranhas e creepers que surgirem pelo caminho. Se eles não chegarem a tempo, o risco é Herobrine conseguir sair do jogo e infectar milhares de computadores.

“O oráculo do templo da selva” é o segundo livro de “O mistério de Herobrine”, a segunda série inspirada em Minecraft escrita por Mark Cheverton. Pesquisador e professor, ele começou a se dedicar aos livros para ensinar uma lição sobre cyberbullying para o filho, quando um grupo de jogadores mal intencionados destruiu suas construções no game. No Brasil, os quatro livros anteriores inspirados no game já venderam mais de 180 mil exemplares.

Uma das mais bem sucedidas franquias de jogos eletrônicos da história, Minecraft já vendeu mais de 70 milhões de cópias no mundo inteiro. E a popularidade tem contribuído para seu uso das maneiras mais variadas: a Microsoft, por exemplo, está criando um portal para ajudar professores a usar o Minecraft nas aulas. O jogo é considerado uma ferramenta para aprender espírito de equipe e compreensão do mundo. Os livros de Mark Cheverton também utilizam o universo do game para abordar temas como bullying e intolerância, coragem e amizade.

 

TRECHO:

 

“Quando Gameknight se virou para enfrentar a horda que se aproximava, um sentimento familiar espalhou-se pelo seu corpo. Era uma sensação que fazia seus pés parecerem estar plantados em concreto, que deixava seus braços fracos, que lhe fazia duvidar se estava fazendo a coisa certa, se suas decisões iriam causar a morte de todo mundo. Era uma sensação que ele recebera tantas vezes em Minecraft que já tinha se transformado numa velha amiga… ou, quem sabe, inimiga.

Era o medo.

Afastando aquela sensação, ele se concentrou no agora e empunhou a espada com firmeza. Em seguida, voltou-se para enfrentar a tempestade de monstros que corriam em sua direção. Reuniu cada bocado de força que tinha dentro de si e soltou seu grito de guerra, que ecoou por todo o campo de batalha.

– POR MINECRAFT!”

 

 

Mark Cheverton cresceu na Califórnia e foi professor de matemática e física para o ensino médio por muitos anos. Enquanto lecionava, se tornou mestre em física e trabalhou com diversas pesquisas. Seu primeiro livro, “The Algae Voices of Azule”, foi publicado em 2012. Atualmente, escreve mais livros sobre o universo de Minecraft.

Visite nossa loja

Visite nossa loja

Sigam-nos os bons